ENCANTADA LEMBRANÇA ANTIGA

04/11/2017

FELIZ 2018!

30/12/2017

Um ano melhor, mais pleno, mais próspero, mais cheio de afeto, mais sonhos realizados, mais livros, mais saúde, enfim, mais tudo!

Um dia estava passeando com minha mulher num lugar arborizado. Andávamos próximo a um laguinho em que patos nadavam alegremente. Então ela me falou sobre o tempo de vida das libélulas e suas fases. Aquilo me despertou profundamente. Quase de imediato, disse-lhe que dava um excelente livro. E falava sério. Só não imaginava como seria a história.

Na amplidão dos sonhos exaltados, quando o arco retesado sob o sol de dezembro, o razoável é atingir o Everest num único dia ensolarado, num pulo, num salto. Se o atinge, foi fácil; se não o atinge, o céu ficou tão mais perto que o bronzeado é muito melhor do que o esperado.

Livro encantador que nos faz visitar o mais profundo de nós. Nascido das raízes da sensibilidade e de um coração onde as palavras são como borboletas coloridas e livres.

O escorpião com seu grande poder transformador vive no oceano de suas emoções, testando os limites humanos da paixão. Suas águas são profundas e impenetráveis. E só quem sabe disso, não se espantem, ele mesmo. Nas lutas intensas que travam dentro de si próprios geram a força da regeneração, do nascer de novo. De um lado, a luz aí surge...

"Era um imenso lago azul, transparente em sua
liquidez, porém azul, cristalino ao meu olhar.
Eu estava diante dele.

Livro encantador que nos faz visitar o mais profundo de nós. Nascido das raízes da sensibilidade e de um coração onde as palavras são como borboletas coloridas e livres.

Riqueza de detalhes que nos traz vida, o verde e coisas tão valiosas do ser.

A autora nos transporta para cada pedacinho do seu sentir, e ali nos embala nas memórias dos melhores afetos e coisas raras, fazendo-nos viajar entre belas matas e florestas, conhecer o anjo de um piano, ou o paladar do chocolate e para além deste.

É uma obra marcada pelo sensível, o singelo, a beleza ea forte presença do sublime.

"O amor é adubo que fertiliza as terras do meu coração... Sem ele, toda a vegetação que sou morre!"

Sunna França

Adquira o livro no Clube de Autores