O BREVE VOO DA LIBÉLULA

"Narrativa alegórica sobre as transformações da vida no decorrer do tempo. A obra traz o simbolismo de aspectos essenciais do existir e do viver. Fala sobre amizade, diferenças, mudanças, espiritualidade e amor.

Três amigos de infância, numa sociedade imaginária e fantástica, têm como desafio as diferenças que vão aumentando entre eles. Um descobre que amadurecer é a maior ciência da vida e que pode levar a caminhos surpreendentes.

A vida que se recria dentro da própria vida como força evolutiva.

O que conhecemos como libélula é apenas uma fração de toda sua existência. Vive primeiro como larva e depois como um bichinho aquático. Ao voar já é completamente adulta e resta-lhe pouco tempo então.

A jornada da libélula é como a própria vida humana, pois vivemos a maior parte como esses bichinhos, imaturos, sem nem mesmo saber da possibilidade do nosso maior voo".