O DIREITO E O DEVER DE CURAR-SE

É uma leitura que promove um encontro especial com o próprio eu, contribuindo para uma vida melhor, para a qualidade das emoções e resoluções de conflitos. Estimula comportamentos afirmativos, pensamentos e sentimentos positivos. Toca o coração dos leitores ao destacar o cuidado com o ser humano e a riqueza de cada um.

O autor com a experiência de mais de duas décadas na área da saúde e psicologia clínica, aborda o processo da cura pessoal, a importância de nos ajudar, bem como, de ajudar aos outros a nos ajudarem, quer seja emocional ou fisicamente. Encoraja os indivíduos a não desistirem da luta e a se protegerem de um meio hostil, por vezes, cruel.

De uma forma leve, descontraída e sensível, mas consistente, torna acessível conteúdos psicológicos. Nesse sentido, é destacado o amor a si mesmo, sem o qual a jornada mais essencial da vida estaria irremediavelmente comprometida, a busca e aceitação de quem realmente nós somos, sobretudo numa sociedade cada vez mais conturbada.

Apresenta temas relevantes na atualidade como o medo, a ansiedade e a depressão. Noções que fortalecem as relações humanas, a necessidade do amadurecimento, a força fascinante da vida e os caminhos da superação, exercício comum e necessário a toda humanidade.

Além disso, ressalta que quando nos comprometemos a servir um modelo de equilíbrio e a lição do amor nos tornamos mais aptos a saúde integral. Que o hábito da reflexão consciente e corajosa em cada escolha prepara o indivíduo para decisões mais acertadas, podendo o libertar de crenças impróprias ou destrutivas, tanto de cunho pessoal, cultural ou social.

O autor traz como fio condutor mitos de todos os tempos e culturas. Sabedoria coletiva e universal que desde sempre ajuda a humanidade a enfrentar os mistérios e os desafios deste mundo. Alerta a exercer uma atitude viva, onde nos impliquemos no presente, a essa imensa responsabilidade de sermos co-criadores de tudo que nos rodeia.